7 Cantos do Mundo

As 6 primeiras coisas que aprendi na Cidade do Cabo

Olá, viajante!

Hoje quero te apresentar um país que estou começando a explorar, mas que já tem um lugarzinho especial no meu coração.

Nunca me passou pela cabeça visitar a África do Sul. Minhas pesquisas incluem principalmente Ásia e Europa Oriental.

Mas como surgiu a oportunidade de conhecer esse país mal explorado por mim até então, não neguei a oportunidade!

A África do Sul abrange uma enorme diversidade étnica, cultural, religiosa tendo 11 línguas oficiais dentre elas o inglês (derivado da colonização britânica) e o Afrikaans (de origem holandesa e a língua mais falada por aqui pelos sul-africanos).

Sua história é famosa pelo Apartheid (política de segregação racial) entre 1948 e 1994 e por Nelson Mandela, principal referência na luta contra o Apartheid.

A Cidade do Cabo é especial de diversas maneiras: lugares, fauna, flora, diversidade cultural.

Se você pesquisar, verá que realmente as praias são encantadoras e tem muita coisa pra fazer aqui. Muita mesmo!

Vista aérea da Cidade do Cabo | Foto: Pixabay

Vista aérea da Cidade do Cabo | Foto: Pixabay

Estou na Cidade do Cabo há pouco tempo, para ser mais exata 21 dias e já descobri e aprendi bastante coisa nova por aqui.

1. Há grande diversidade cultural

Na Cidade do Cabo há pessoas de muitas origens, religiões, culturas, línguas. Já vi muçulmanos, indianos, russos, alemães, britânicos…

Por conta disso, é fácil encontrar características de cada origem em diversos lugares.

Bo-Kaap por exemplo é principalmente habitado por pessoas de origem muçulmana e tem até uma mesquita.

Na Long Street, há um restaurante muito barato chamado Food Inn India, onde é possível comer muito barato e os pratos são muito parecidos com os servidos na Índia. Segundo meu marido, o tempero é indiano mesmo!

2. O sol engana. Proteja-se!

O sol da Cidade do Cabo engana

O céu da Cidade do Cabo é azulzinho e sem nuvens. Mas se estiver perto da costa, a combinação Sol radiante + ventos se torna muito perigosa pois disfarça o perigo do sol forte.

Ande protegid@ pelo filtro solar e se puder por um chapéu ou boné também

Ao andar de bicicleta, descuidei do filtro solar e o vento contrário disfarçou o ardor do sol.

Resultado: braços vermelhos e ardendo!

3. Tem muitas atrações gratuitas

Descubra-as e divirta-se!

A Cidade do Cabo é muito turística e justamente por isso oferece muitas atrações gratuitas como:

  • Free walking tour
  • Green Market
  • Waterfront
  • Sea Point
  • Long Street
  • City Walk

Tente conseguir um guia sobre a cidade disponível nos postos de informações turísticas, hostels, hoteis, etc.

Esses guias são completíssimos e tem informações atualizadas anualmente.

4. Uber é barato e muito bem aceito

Onde Ubers são taxistas e taxistas são Ubers

Ainda bem que o Uber funciona fora do Brasil.

Se no Brasil já é bem aceito, aqui é muito utilizado também!

No começo ficamos receosos dos taxistas verem nós preferindo pegar um Uber a ir de táxi local, mas logo ficamos sabendo que eles atendem ambos: táxi normal e Uber.

5. O transporte público funciona

Entenda como funciona o sistema de ônibus MyCiti e seja feliz!

O sistema de ônibus da Cidade do Cabo se chama MyCiti.

Os ônibus passam pelas principais vias e algumas linhas vão realmente longe.

A MyCiti tem um aplicativo onde você pode:

  • Calcular a tarifa que vai pagar (aqui você paga pela distância)
  • Ter acesso à tabela de horários
  • Ter acesso aos itinerários dos ônibus

Assim como no Brasil, as baldeações também são integradas e consequentemente de graça. Essa é a melhor parte.

Para fazer o cartão é preciso ir a um quiosque da MyCiti e pagar R30,00 pelo cartão + R30,00 de crédito inicial para começar a andar de ônibus.

6. Os ventos são fortes!

Dia muito quente e final do dia friozinho e com vento (às vezes, muito vento)

Nesta época do ano, a média da temperatura é em torno de 27ºC na maior parte do dia.

Mas Cidade do Cabo por ser litorânea, recebe muitas correntes de vento que muitas vezes são fortes.

No final do dia a temperatura tende a cair, tanto por causa dos ventos, como pela falta de sol mesmo.

Já fui surpreendida ao andar de bicicleta e não precisar pedalar numa subida tamanha a força do vento.

Então sempre leve um cachecol o casaco para se proteger das grandes variações do tempo ao longo do dia.

Ainda tenho mais que descobrir.

E logo eu venho e conto mais!

Carina.

 Siga o meu blog nas redes sociais!

instagram

 Comece a planejar sua viagem agora mesmo!

Reservando com os nossos parceiros, você não paga nada a mais por isso, e ajuda um pouquinho o blog 🙂

Temos parceiros para hospedagem, seguro viagem, aluguel de carro e agência de viagens, ecoturismo e bem estar, com roteiros prontos ou personalizados.

Veja AQUI.

 Achou este post bacana? Curta, comente, compartilhe!

Sobre a autora Ver todos os posts Site da autora

Carina Takahama

Farmacêutica e viajante. Ama cultura, pessoas, lugares exóticos e aventuras. Publica para os blogs Mundo viajável e Pausa Produtiva e quer fazer a diferença nesse mundão lindo!

Comente! :)

20 ComentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Inline
Inline